sábado, 25 de dezembro de 2010

Natalício

Natalicio acordou Natalicio acorda, olha a janela e o Sol está quente. O calor é tão intenso que Natalicio não usa boné, nem gorro, ele prefere uma camiseta regata, bermudas e a sua boa e confortavel havainas. Desce pra comprar o jornal e pelo caminho algumas crianças ainda se escondem com frascos de cola e papelões. Os guardas já estão nas ruas, afinal. Dizem que a paz e a ceia foi farta, só se for na televisão. As lágrimas eram sinceras, mas não de felicidade, era o medo de não ter o um real do pão de amanhã. Não tinha panetones, nem pernil, era a boa farofa de feijão e o arroz branco, grudando no fundo panela. E Natalicio pegava seu jornal, as noticias de capa era o belo dia de natal e suas felicitações, logo em seguida eram as mesmas mortes.. Sentido, de jovens que eram "culpadas" pela sua condição e drogadicção. Ainda dança o boneco vestido de vermelho em frente a vitrine. Ainda há luzes e guirlandas em toda porta de casa. Natalício, no dia de seu aniversário, banca o cidadão pacato, observando os malabares no sinal.
A música desafinou.
A neve nunca existiu.
E a magia não passa de ficção nas telinhas de TV..

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Beijo Censurado em ClanDestinos - o Sonho Começou(?) - 09/12/2010

video

Derlour Costa Dantas
Nossa imperatriz das contradições e efeitos morais...
Nossa usurpadora de atenção e do termo compacto de GLOBalização,
Mas uma vez em pauta,
Ela mostra dominação no morro, morte e exploração,
De maneira explicita mostra como dissimular, roubar e matar,
Traz como fazer uso de cocaína e seus efeitos muito falho na família,
Na sociedade e na união!
Consegue falar de passado, destruir presentes e se projetar no futuro.
Nota mil em maquilagens e interpretações...
Discute de maneira muito dúbia preconceitos e discriminação!
Apesar da permissividade grotesca e maquiavélica,
Um beijo entre seres que se amam é censurada,
A mesma emissora que defende a liberdade de Expressão,
Censura seus membros quando o assunto é o amor e suas paixões,
Se for normativo e machista tudo é permitido,
Mas se for gay e intenso, tudo é proibido,
Exceto as explosões emocionais,
Que nos coloque na situação de seres engraçados,
Palhaços ou dissimuladamente imorais!

Está ai o beijo censurado e meu comentário!

domingo, 23 de maio de 2010

JUSTIÇA


Preguiçosa e Lenta;



Não precisa legenda;



Nem precisa dizer!

Olha os exemplos por aí . . .


sábado, 1 de maio de 2010

Veja

Veja
Mas veja sem vendas da ignorância
Sem o comodismo do não criticar
Sem contrabalançar os ruídos diversos
De todo mundo que tem direito de falar
Veja
Mas veja só o que acontece no mundo
Mais uma verdade enfiada no cérebro
Passado de um jeito nem tão profundo
Vinda de veiculo tão importante
Vejam
Hegemonia não faz opinião
Tirem a venda e considerem o reverso
Do texto e de toda mensagem
Que insistem em passar absoluta
Eu Vi.
Cavalos que sabem escrever
Boatos da mãe TV
Um mundo pra gente crer
Inventado sem consultar você
Você Vê?
Em que nó todos se enrolam?
Seguindo mentiras que não notam
Apostando no que arrotam
Por aeh, achando que são sábios.


Estou é Vendo:
A era da ignorância por preguiça.

sábado, 17 de abril de 2010

Outras opiniões .

Não, nunca fui intelectual. Eu sempre fui burra e analfabeta. Primeiro, me desmoralizaram. Eu era a desbocada, só falava palavrão, era isso, era aquilo. Hoje, sou lição de vida. Não sei por que mudou.

Dercy Gonçalves
Atriz, prestes a completar 100 anos.
Abril 2007




Acho uma frescura isso de não ter beijo gay em novela. Aparecem as maiores atrocidades na TV, e um beijo, que é um símbolo de amor entre duas pessoas causa a maior polêmica. Não vejo razão para não ter.

Cláudio Heinrich
Ator, que atualmente interpreta um personagem gay na novela Caminhos do Coração, da rede Record.
Outubro 2007


Acho tão cafona essa coisa de querer saber quem a pessoa come, se é homem ou mulher. Não importa! Não sou um cara machão do jeito que costumam ver, mas eu não me importo porque não tenho necessidade de provar nada!

Reynaldo Gianecchini
Ator.
Agosto 2007


Seria uma discrepância se eu não soubesse envelhecer. Estaria desrespeitando minha ancestralidade. Prefiro envelhecer do que ocultar as marcas do tempo. O valor da herança genética contam muito mais do que a cosmetologia, uma cirurgia. Respeito quem o faz, mas nem tenho tempo de imaginar isso. Quanto mais rugas se tem, mais histórias eu consigo perceber. As pessoas estão apagando seus traços.

Vera Holtz
Atriz, de 54 anos, sobre as cirurgias plásticas.
Julho 2007

sábado, 10 de abril de 2010

Escândalo: pastor é preso com veado!

Flagrantes virtuais!



E tem mais,
Imagem Dourada!
Quem conhece essa "AMICAAA CARICATA"??


O mundo me é um lugar muito estranho mesmo. . .
Nada de ofensas... valeadica!

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Carnaval


Recentemente visitei um blog com o seguinte post: "Por favor, não tragam seus filhos para o carnaval". O autor demonstrava eu repúdio ao que viu no Campo Grande, durante a passagem do bloco As Muquiranas. "baixarias, protagonizadas por adultos e presenciadas por crianças. Homens desfilavam com genitálias de plástico e simulavam sexo explicito em praça pública. Travestis exibiam seus bubuns que eram beijados por parceiros". Todo mundo sabe muito bem que carnaval é originalmente uma festa da carne e não uma festa do pudor. Existem os blocos infantis para que os pais levem seus filhos, não é? O mais engraçado é que ninguém reclama das porcaria que passam todo santo dia na TV, violência sutil, sexo, incentivo ao preconceito, manifestações explícitas do mesmo (como programas de humor), e etc. Acredito que faz muito mais mal estar exposto a todo esse LIXO todos os dias do que ao carnaval 2 ou 3 dias no ano. Sinceramente, todo mundo sabe o que é um falo. É por nossa sociedade ser tão moralista assim que muita coisa acontece. Não se sabe orientar filhos sem moralismo mostrando apenas que eles podem escolher entre uma coisa e outra, entre ter esse tipo de comportamento ou não, entre ouvir aquilo ou não. O carnaval é fichinha ao lado de tudo que SEUS filhos leem na ESCOLA (como as fadinhas e mocinhas dos contos, sempre brancos e sem negros). Isso sim corresponde a danos irreparáveis ao psicológico das crianças que terão dificuldade em aceitar sua identidade física. Ok, carnaval pode não ser bom, mas a ponto de proibir os filhos de ir lá? Orientar não é melhor que proibir? Saco, tudo isso.


http://www.blogdovalente.com.br/vs3/?p=6710#comments